Diferença salarial entre homens e mulheres, qual o sentido

Por Oscar Correia | 01/11/2017

Parece que as empresas ainda estão adotando a mentalidade errônea do século 19 em relação a faixa salarial das mulheres comparado com a dos homens. De acordo com pesquisas psicológicas, a antecipação de um evento é quase sempre mais emocionalmente poderosa do que o próprio evento, mulheres do mundo inteiro estão esperando esse evento acontecer, da igualdade salarial entre homens e mulheres, elas já provaram serem mais cuidados, zelosas e mais amorosas do que homens, são valores que dentro de um time faz toda a diferença para o potencial crescimento. 

Os objetivos já alcançados pelo sexo feminino são muitos, no entanto, poucas são valorizadas devidamente. Curiosamente, as mentes de alguns homens podem seduzi-los em relação as mulheres "tomarem seus lugares" em cargos de confiança a um conceito insatisfatório do que a coisa em si pode acontecer. O que eles chamam de tomar seus lugares, eu chamo de capacidade e esforço em ascensão. Ryan Holiday apontou esse fato alarmante em seu livro, Ego is the Enemy, onde ele argumenta que um obstáculo primário para o sucesso é a ideia de sucesso, e o sucesso de algumas mulheres é latente em toda a sociedade.

As mulheres estão criando placas de visão e anotando seus objetivos, pessoas estão sonhando e buscando na prática esses sonhos, consequentemente atingiram uma parede de pedra de alto resistência, não importa qual o sexo, homens, mulheres, pessoas estão trabalhando para uma sociedade melhor, estão mudando o mundo, pelo menos o mundo ao seu redor, então porque existe divisão salarial homem/mulher?

  

O poder das perseguições baseadas em objetivos

 Além da divisão nítida salarial, elas estão buscando objetivos tangíveis, mas o preço disso é a humilhação, assédio moral, estupros, violência e as vezes a morte, o conceito é: você é mais frágil, não atravesse meu caminho, se não... 

Podemos continuar aplicando os conceitos e princípios de camaradagem e amizade que era muito utilizado até o século passado (17 anos atrás), a capacidade de trabalhar em equipe está se tornando cada vez mais raro, ainda bem que os princípios da agilidade estão ajudando a contrabalancear, como consequência, os poucos que cultivam essa habilidade, em seguida, tornam o núcleo de sua vida profissional prospero. Sem dúvidas vivemos no momento mais distraído da história da humanidade, é quase impossível manter o foco em uma única tarefa por mais de alguns minutos de cada vez. Será essa uma das razões do porquê homens tem humilhado as mulheres? nada justifica tamanha agressão e humilhação. 

A lei dos opostos é afetada. Com cada ação, há uma reação igual e oposta. Enquanto a maior parte do mundo está se tornando cada vez mais distraída, alguns poucos estão capitalizando esse fato. Há também um abismo largo entre o espiritual e o secular - onde os dois costumavam ser sinónimo, com isso os problemas do século vinte e um está sendo continuo e incremental. 

Enquanto as mulheres estão prosperando, a maioria do sexo masculino estão distraídos, com excesso de peso e com dificuldades de interagir (é obvio que nem todos). 

Temos duas vertentes, quando tudo não está dando certo, então desistimos e empurramos o problema com a barriga ou podemos pedir ajuda, não é humilhação para ninguém, eventualmente, a pessoa conseguirá desfrutar da satisfação do crescimento e do sucesso. 

Aqui está o problema que alguns países enfrentam, que originalmente foram construídos sobre a moral do controle de impulsos. O que antigamente eram países cheios de pessoas que sacrificavam o prazer momentâneo para um futuro melhor, a mensagem irresistível de hoje é “viva o momento”. A maioria das pessoas se entregam a uma satisfação momentânea à custa de um futuro melhor, aí que começa a divisão de águas. 

As pessoas precisam aprender a se amarem, independentemente da sua performance, precisamos enxergar como uma virtude aqueles que estão trabalhando duro. Essas características também são premiadas na economia atual porque são tão raras. Novamente, estarão na frente as pessoas que tiverem esses atributos, e parece que as mulheres já estão na frente.

 

Oscar Correia        – Agile Coach / Scrum Master

                            – Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

                            – Contribuidor no Project Management Institute

                            – Community Member Writer da Scrum Alliance

                            – Certificação: CSP / CSM / Lean Six Sigma

                            – Palestrante

                            – Escritor contratado pela editora Tate Publishing, USA

 

 


Gostou do artigo? Compartilhe para que seus amigos também possam ler.