O Mindset Agile - Os próximos passos

Por Oscar Correia | 08/09/2017

Para falarmos sobre os próximos passos do Mindset agile, precisamos entender seus princípios e benefícios, porque não adianta nada se conhecemos frameworks agile sem saber como lidar com pessoas, já que interagimos com elas na empresa todos os dias, a cada hora, a cada minuto. A mentalidade ágil mantém o time sempre apontando para norte e os ajuda a se auto gerenciar.

 Essa mentalidade ajuda a adotar a nova cultura se deseja implementar o agile, deve se tornar parte da cultura da empresa.

O fracasso é considerado como uma oportunidade de aprendizagem. No agile o produto de trabalho (incremento) evolui. Onde empresas estão falhando e perpetua durante anos, o colaborador sai, mas não por conta da empresa, mas sim por seu gerente imediato. Já na cultura agile, os problemas são mapeados e sanados. E quando um Sprint falhar, significa que há mais melhorias a serem feitas.

Diversidade de pensamentos. Uma equipe multifuncional composta de desenvolvedores, QA e a equipe de negócios, sabem se alto gerenciar, deixar todos esses colaboradores juntos, transformam generalistas em especialistas, os resultados agregam valor a tudo no projeto.

União das equipes. A equipe acaba se unindo e a energia é alta porque eles estão motivados. O pensamento de single skill para multi skill torna-se algo cultural.

O trabalho é sustentável. Com o burndown chart é uma ótima maneira de ver o ritmo que foi definido. Os itens inacabados são indicações de que o ritmo é rápido demais ou há muitos itens. O ritmo sustentável mantém as pessoas com os pés no chão, mas em níveis saudáveis de estresse.

As mudanças são aceitas rapidamente. É fácil de detectar os membros que terão problemas para manter uma mentalidade ágil. São pessoas que não gostam de mudança ou não podem lidar bem com as condições em evolução, os colaboradores que aceitam a mudança, são os que se adaptam rapidamente e vemos sua evolução.

A equipe é transparente. O mindeset agile exige que os membros da equipe sejam transparentes com seu trabalho, incluindo as falhas. Os erros são detectados nas reuniões diárias (independente do framework que está usando) e servem de aprendizado para evitá-los no futuro. As falhas são simplesmente oportunidades de aprendizado.

Pessoas colaboram e se comunicam. O Agile Coach ou Scrum Master são apenas facilitadores. Os membros da equipe que têm uma mentalidade ágil, o desejo de interagir e se auto gerencia.

A equipe está ciente quando usa anti-padrões. Um anti-padrão é uma solução ineficaz, mas comum para um problema que continua a surgir. A equipe mindset agile está ciente quando existe uma inclinação para essa situação e tenta ativamente resolver o problema de maneira diferente.

O compartilhamento de conhecimento é feito de forma voluntária. Uma equipe verdadeiramente ágil quer que todos estejam preparados para lidar com problemas e tarefas. É por isso que o compartilhamento de conhecimento é um ótimo indicador que o mindset agile está vivo e bem na equipe.

Mindset agile se tornou algo imperativo

Quando descobrimos a velocidade da equipe, cria-se workshops para que o conhecimento do projeto e as regras de negócio sejam diluídos entre todos os membros.  As lacunas do conhecimento são preenchidas, as restrições são superadas e a comunidade de liderança começa a ampliar.

Agregar valor continuamente aos clientes torna-se um objetivo em comum para todos na equipe, o feedback continuo dos clientes são um foco claro. O mindset agile motiva as pessoas por um propósito mais elevado, o que significa que eles são motivados a fazer parte de algo maior do que apenas eles mesmos, operam em serviço para outros.

Se examinarmos modelos de liderança em uma empresa em crescimento, podemos ver que o estilo de gerenciamento para trazer o melhor resultado em um ambiente adaptativo complexo, são quando os lideres gerencia o contexto e deixa a equipe se auto organizar, isso eleva a confiança de todos, muitas empresas ainda não entenderam esse conceito de mindset agile lidando então com uma propriedade crítica para alcançar.

Se quisermos solucionar problemas complexos, precisamos criar equipes auto-organizadas, motivadas e capacitadas para tomar decisões locais. Isso exige que líderes e gerentes tenham os comportamentos adequados e a governança ágil no lugar que se baseie em confiança, transparência e na crença de que as pessoas estão tentando fazer o que é certo.

Se você entende a verdadeira natureza dos problemas que está tentando resolver, envolva as pessoas da maneira correta, proativamente e iterativamente trabalhe para o resultado que precisa, a mentalidade ágil é uma chance de sucesso nessa luta.

 

Oscar Correia      – Agile Coach / Scrum Master 

                         – Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 

                         – Contribuidor no Project Management Institute 

                         – Community Member Writer da Scrum Alliance 

                         – Certificação: CSP / CSM / Lean Six Sigma 

                         – Palestrante 

                         – Escritor contratado pela editora Tate Publishing, USA


Gostou do artigo? Compartilhe para que seus amigos também possam ler.